Impedância Bioelétrica

Internauta:


Acessar o Sistema on-line

     :: Impedância Bioelétrica
Domingo, 26 de Outubro de 2014 : 02:21:52 AM. Seu IP: 54.167.10.244.

A análise da impedância bioelétrica é um método rápido, não-invasivo e relativamente barato para avaliar a composição corporal tanto no trabalho de campo quanto na prática clínica; porém antes de optarmos por qualquer técnica de avaliação da composição corporal devemos conhecer as vantagens e limitações da mesma em relação ao grupo ou indivíduo que pretendemos avaliar.

A análise da composição corporal por meio desta técnica tem como base a medida da resistência total do corpo à passagem de uma corrente elétrica de 500 a 800 microA, que pode ser mono ou multifreqüencial.

Conceitos:

  • Impedância Bioelétrica
    É a oposição ao fluxo da corrente elétrica no corpo humano, conseqüência da soma vetorial da Resistência e Reactância.

  • Resistência Elétrica
    É a oposição ao fluxo da corrente elétrica em qualquer meio (líquido, sólido e gasoso).

  • Reactância Elétrica
    É a oposição ao fluxo da corrente elétrica provocada pelas placas capacitivas, que no corpo humano são assumidas pelas membranas citoplamáticas.

Os componentes corporais oferecem uma resistência diferenciada à passagem da corrente elétrica; os ossos e a gordura, que contém uma pequena quantidade de água constituem um meio de baixa condutividade, ou seja, uma alta resistência à corrente elétrica. Já a massa muscular e outros tecidos ricos em água e eletrólitos, são bons condutores, permitindo mais facilmente a passagem de corrente elétrica.

Segundo as leis de Ohm, a resistência de uma substância é proporcional à variação da voltagem de uma corrente elétrica a ela aplicada; desta forma, através de um sistema tetrapolar, onde dois eletrodos são fixados à região dorsal da mão direita e dois à região dorsal do pé direito do avaliado, o aparelho irá identificar os níveis de resistência e reactância do organismo à corrente elétrica, avaliando a quantidade total de água no organismo e predizendo, através desta quantidade de água, a massa livre de gordura e a quantidade de gordura corporal do indivíduo.

A velocidade e a relativa simplicidade de execução do método da impedância bioelétrica representam uma grande vantagem de sua utilização na academia, no clube ou na clínica. A principal limitação deste método surge quando o avaliado apresenta alterações em seu estado de hidratação; assim, a quantidade de alimentos e líquidos ingeridos pelo avaliado, bem como a atividade física realizada no dia do teste, entre outros fatores como nefropatias, hepatopatias e diabetes podem influenciar o resultado obtido por este método.

Para a realização da análise da composição corporal por meio da impedância bioelétrica o avaliado tem uma participação decisiva, devendo obedecer a uma série de procedimentos prévios ao teste, sem os quais poderá estar comprometendo seu resultado.

Procedimentos pré-teste:

  • Manter-se em jejum pelo menos nas 4 horas que antecedem o teste;
  • Não realizar atividades físicas extenuantes nas 24 horas anteriores ao teste;
  • Urinar pelo menos 30 minutos antes do teste;
  • Não ingerir bebidas alcoólicas nas 48 horas anteriores ao teste;
  • Não utilizar medicamentos diuréticos nos 7 dias que antecedem o teste;
  • Permanecer, pelo menos, 5 a 10 minutos deitado em decúbito dorsal, em total repouso, antes da execução do teste.

Tão importante quanto seguir a todos estes procedimentos é verificar se as equações contidas no equipamento são adequadas ao avaliado; pois a principal fonte de erro desta técnica é o uso de equações inapropriadas, sem levar em consideração aspectos como idade, sexo, etnia, nível de atividade física e quantidade de gordura corporal. Neste sentido, existem inúmeras equações disponíveis na literatura, para grupos específicos, que devem ser escolhidas cuidadosamente, com base em estudos de validação para o grupo que se pretende avaliar. Cabe ressaltar que apenas CARVALHO (1998) e YONAMINE (2000) derivaram equações para impedância bioelétrica baseadas em amostras nacionais, para estudantes universitários e meninos de 12 a 14 anos, respectivamente.

Estes cuidados valem também para os novos equipamentos que têm surgido e que vêm atraindo os profissionais por seu design ou por apresentarem uma utilização mais simples, como os dos aparelhos bi-polares.

A utilização da impedância bioelétrica não se resume à avaliação da gordura corporal relativa apresentando, também, aplicações clínicas importantes no que diz respeito à monitoração da quantidade de água corporal.
Um aspecto importante na utilização da impedância bioelétrica para o acompanhamento de programas de emagrecimento é que entre as técnicas duplamente indiretas esta é a única que conta com equações específicas para sujeitos obesos, o que pode significar uma vantagem sobre outras técnicas, nestes casos.

Assim como outras técnicas de avaliação da composição corporal, a impedância bioelétrica apresenta vantagens e desvantagens que devem ser conhecidas por seus usuários, bem como procedimentos protocolares que devem ser seguidos rigorosamente a fim de minimizar seu erro de predição.

Impedância Bioelétrica
Vantagens

  • Não requer um alto grau de habilidade do avaliador.
  • É confortável e não-invasiva.
  • Pode ser utilizada na avaliação da composição corporal de indivíduos obesos.
  • Possui equações específicas a diferentes grupos populacionais.

Desvantagens

  • Depende de grande colaboração por parte do avaliado.
  • Apresenta custo mais elevado que as outras técnicas duplamente indiretas.
  • É altamente influenciado pelo estado de hidratação do avaliado.
  • Nem sempre os equipamentos dispõem das equações adequadas aos indivíduos que pretendemos avaliar.


Publique seu banner aqui na Avaliação Física on-line! Mais informações clique aqui.
40985 acessos desde 1 de junho de 2004.
Tecnologia Site Inteligente. www.siteinteligente.com
Acessar o Sistema on-lineAcessar o Sistema on-line:: Home::Mapa do Site::Contato::Busca no Site